Rio de Janeiro e as Notas Fiscais

Nossos impostos são um dos mais altos do mundo. E o pior disso é que temos o menor retorno possível. Considerado um dos últimos no ranking de bem-feitos do governo e primeiros no ranking de cobranças de impostos, não é novidade que os cidadãos fiquem tão revoltados com a situação do Brasil. Considerando toda a crise e cenário caótico dos últimos tempos, a revolta tem sido maior ainda.

Entre aqueles que lutaram para o impeachment de Dilma, foram as ruas batalhar pelo seu direito; aqueles que gritam Fora Temer e lutam contra o golpe arquitetado no nosso país, tem aqueles que não se encaixam em lugar nenhum. Mas uma coisa é certa, quando se trata das notas fiscais do RJ, qualquer um deles fica em dúvida se vale ou não a pena.

Pedir ou não pedir? Cada vez mais o governo tem fechado as possibilidades de sonegação de impostos. Que apesar das taxas altíssimas e rendimento nenhum, roubo e corrupção, a sonegação é crime. Desanimamos toda vez em que pensamos que poderíamos estar pagando metade do preço de um produto.

Para contornar um pouco essa situação o governo criou a nota carioca que permite que as pessoas abatam o valor do IPTU de imóveis, ou até mesmo retirem o valor em forma de dinheiro. Para dar a ilusão de que é melhor ainda, criaram sorteios mensais que beneficiam os usuários com uma quantia de dinheiro. Felizardo de quem os ganha, sortudo e vai fazer bom proveito do dinheiro. Porém sejamos realistas, a chance é muito remota.

Published by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *